Notícias na Rede

Notícias do México

 O mestre Julio Revolledo Cárdenas compartilha conosco uma ótima novidade.

 O Centro Mexicano de Desenvolvimento das Artes Circenses da Universidade Mesoamericana de Puebla ,  lançou um novo blog com informações sobre a Licenciatura de Artes Cênicas e Circences.

É um espaço com uma visão mexicana e contemporânea do circo em acordo com os novos conceitos estéticos e profissionais que estão surgindo no mundo.

Neste blog achamos informações sobre o que esta acontecendo na Licenciatura na Universidade Mesoamericana , eventos que se desenvolvem na América Latina e no Mundo e artigos do universo circense. Confira! Participe!Comente!

 

Do Peru com amor…

 

No Perú,  La Tarumba finalizou recentemente  a temporada do novo espetáculo “Hechicero” (“Feiticeiro”), produção especial que  realizou em comemoração aos 25 anos de trabalho. Foram mais de 70 apresentações e uma convocatória de público de mais de 40 mil pessoas.

Neste curto tempo, desde o 5° Festival Mundial de Circo de Belo Horizonte, depois do Encontro Latino-americano de Escolas de Circo se produziram vários intercâmbios muito interessantes e produtivos, conta Geraldine Sakuda, diretora pedagógica de La Tarumba.

Primeiro receberam a visita de Julio Rebolledo,do México,  que realizou uma palestra sobre a Historia do Circo e visitou a escola e assistiu o espetáculo. Depois convidaram Marco Bortoleto da Universidade Estadual de Campinas para ministrar uma oficina de Acrobacia e Segurança para os alunos da Escola Profissional de Circo; foi uma oportunidade para ele conhecer a gestão, a proposta pedagógica da escola e o espetáculo.

Além disso Geraldine nos adianto que no final do ano lançarão um livro sobre a historia de La Tarumba e do Circo no Peru.

 

 In Vitro 99/09

DSC_0247

 

 Uma parceria pioneira de cooperação cultural, com o objetivo de promover a inclusão do artista circense no circuito profissional, dentro e fora do Brasil, ganhou forma em setembro no Rio de Janeiro. A Escola Nacional de Circo/ENC/Funarte e o Grupo Archaos, uma das principais trupes de circo contemporâneo da França, puseram em cena o projeto In Vitro 99/09, com a realização de duas montagens reunindo alunos, profissionais e técnicos brasileiros e europeus para apresentações com entrada franca na Estação Leopoldina, que recebeu duas imensas estruturas em ferro para abrigar as peças. O projeto In Vitro 99/09 fez parte da agenda do Ano da França no Brasil, sendo viabilizado em grande parte pelo Programa Cultural da União Européia. Além do fomento profissional, o projeto incluiu a doação de uma das estruturas de montagem, que foi trazida da França de navio, capaz de suportar o peso de 2 toneladas para a Escola Nacional de Circo/ENC/Funarte.

Quase 100 pessoas, entre artistas e técnicos do Brasil e da Europa, estiveram envolvidos na realização do projeto. À frente dele esteveram o diretor da ENC/Funarte Zezo Oliveira, e os diretores do Archaos Guy Carrara e Raquel Rache, que é brasileira e integrou a primeira turma da graduação da escola, em 1986. O projeto In Vitro 99/09 começou a sair do papel em 2008. “É normal no calendário da ENC/Funarte a realização de cursos com artistas estrangeiros. Porém, esta é a primeira vez que vamos finalizar uma montagem profissional a partir de um roteiro”, comemora Zezo Oliveira, diretor da Escola Nacional de Circo/ENC/Funarte, cuja sede fica na Praça da Bandeira, no Rio.

Zezo Oliveira ressalta que o trabalho de cooperação entre o Archaos e a escola é antigo – diretores do grupo francês já estiveram por aqui ministrando oficinas. “Mas eu e Raquel (Rache), tínhamos o sonho de fazer um projeto maior, que abrisse as portas do mercado de trabalho para os profissionais que estão se formando e, ao mesmo tempo, também ensinasse aos estudantes todo o processo de criação de um roteiro para o circo”, diz Zezo.  “Estou realizando um desejo imenso com este trabalho! Sinto como se estivesse retribuindo à ENC/Funarte tudo o que conquistei com minha formação”, conta a co-diretora Raquel Rache que vive há 22 anos na França.

Consolidação > A consolidação do projeto aos olhos do público se deu com a realização das montagens In Vitro 99, dirigida pelo italiano Boris Vecchio, prestigiado clown na Europa, reunindo 22 alunos da graduação da ENC/Funarte (dias 10 e 11 de setembro, no pátio externo ao lado da Estação Barão de Mauá/ Leopoldina) e In Vitro 09, direção de Guy Carrara e Raquel Rache, com nove artistas entre brasileiros e estrangeiros (dias 8 e 9 de setembro, dentro do prédio da Estação Leopoldina). Ambas as encenações têm como eixo um espetáculo de sucesso do Grupo Archaos, o In Vitro ou A Lenda dos Clones, que estreou em 1999 na França. Inspirada no advento da clonagem, a história mostra de forma divertida, com muito malabarismo, música e cores, os percalços de cientistas que erram a mão na tentativa de clonar seres humanos. O roteiro de In Vitro foi transformado em livro, editado recentemente – em versão trilingue (inglês/francês/português) _ pela L’Entretemps e com belas ilustrações da artista plástica francesa Elise Bouffel. É a primeira vez que um roteiro circense vira livro.

Archaos > Precursor do chamado circo contemporâneo na França, o Archaos, fundado por Guy Carrara e Pierrot Bidon em 1986, tem uma trajetória marcada pela palavra transgressão. Suas primeiras montagens, que misturavam circo, teatro e cinema, embaladas por muito rock’n roll – com bandas que tocavam ao vivo – atraíram multidões de jovens ávidos por novidades. “Nosso intuito não era agredir, mas transgredir mesmo, romper com a estética do circo tradicional e criar uma nova linguagem, revolucionária”, lembra o diretor Guy Carrara. Com o tempo, montagens como Game Over, A Lona de Cordas, Metal Clown e O Último Espetáculo da Terra, entre tantos outros sucessos do grupo, foram conquistando prêmios e admiradores dentro e fora da França.

Uma resposta para “Notícias na Rede

  1. Caros,

    Cuidado, não sejam enganados por gente anti-ética e oportunista. O Sr. Marco Antônio Bortoleto vem tentado ROUBAR a área de Artes Cênicas, vinculando artes cênicas à formação em Educação Física.

    Profissionais e/ou professores de educação Física não são profissionais e/ou professores de Artes de qualquer vertente(Dança, Teatro, Circo, Música, Visuais, Audiovisuais) etc.

    Lamentavelmente o professor de Educação Física Marco Bortoleto, tem apenas interesses político-mercadológicos, Ele não tem ética ou respeito com a Arte e com os profissionais de Arte.

    Porque o professor de educação física não vai trabalhar na sua área e desenvolver um bom trabalho?

    Porque professores de educação física não podem ser éticos? Porque eles tem que ROUBAR e descredibilizar a formação dos profissionais e professores de Artes Cênicas, se passando de forma enganosa por profissional e professor desta área?

    A proposta do Sr. Bortoleto é que profissionais de educação física USURPEM (roubem) as competências da área de Artes Cênicas transferindo-as de forma ilegal para a educação física. Isso é ESTELIONATO ACADEMICO

    Por ser da área da educação física ele tenta descredibilizar os artistas e profissionais de Artes Cênicas. Para tentar ampliar a área de atuação e beneficiar a educação física às custas do ROUBO e apropriação das competências acadêmico-profissionais de outra área.

    Cabe esclarecer que professor de educação Física NÃO é professor de Artes Cênicas. Não é objetivo da área da educação física trabalhar como profissionais e/ou professores de artes ou de qualquer tipo de linguagem ou atividade artística.

    A proposta deste sr. é que ao invés de atuar na sua área profissionais de educação física ROUBEM a área de outros profissionais e se passem de forma ENGANOSA por professores de Teatro e Circo.

    Isso é ESTELIONATO ACADÊMICO, é oportunismo, simplesmente porque ele é professor de educação física. Isso não lhe dá o direito desrespeitar a formação na área de Artes Cênicas, em benefício próprio. Todos sabem que o Conselho picareta de Educação Física está tentando ROUBAR a dança e exigir formação em educação física para artistas e profissionais de Artes-Dança. È o que eles querem fazer com o Circo. Não sejam enganados…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s